Hormônios bioidênticos

COMPRE AQUI SEU LIVRO SOBRE HORMÔNIOS BIOIDÊNTICOS:

http://amzn.to/2oOslNu

Maria Couto

Por Maria Couto

Por ter um desequilíbrio hormonal há muitos anos, que causava queda de cabelo, um cansaço extremo e celulite, comecei a pesquisar sobre uma possível reposição, ou melhor, uma maneira de restaurar meu equilíbrio.

Após uns dois anos de pesquisa e indecisão, decidi experimentar uma reposição convencional com o medicamento Angelic. Desisti no sexto dia, pois começei a ter  dificuldade para dormir, dores de cabeça e alguma dificuldade para respirar; além de me sentir mais cansada que antes.  Somente aí  fui ler a bula do Angelic, e vi que se tivesse lido antes nem teria tomado o primeiro comprimido. Na verdade não li antes (já que sou uma leitora de bulas)  porque não queria ser influenciada, queria sentir o que realmente era o remédio.

Descoberta dos Hormônios Bioidênticos

Nas minhas pesquisas eu havia lido sobre hormônios bioidênticos, assunto que muitos médicos, mesmo sendo ginecologistas, nunca ouviram falar (!!!). Por sorte a médica que me havia receitado o Angelic tinha uma amiga que estava começando a usar esses hormônios e ela pôde me dar o telefone de um médico que os prescrevia. Naquela época, 2008, as informações sobre este tipo de hormônios era muito escassa, embora eles já estivessem em uso nos Estados Unidos desde a décade de 70, quando o Dr. John Lee começou a receitar progesterona para mulheres na menopausa, ou simplesmente que que tivessem baixo nível deste hormônio.

Após exames des sangue detalhados, iniciei o uso de estradiol/estriol e testosterona em forma de creme há um mês (desde o começo de setembro de 2008). Nunca senti nenhum mal estar, o cabelo está caindo muito menos e a celulite praticamente desapareceu. Sei que é ainda muito recente, mas com o tempo terei uma idéia bem mais precisa dos efeitos, embora na verdade eu já tenha sentido uma grande melhora geral na primeira semana de uso dos hormônios bioidênticos.

Certamente ninguém deve usar nenhum medicamento sem receita médica baseada em exames, mas acho que as mulheres precisam conhecer esses hormônios que são manipulados para cada usuária e que portanto não interessam aos grandes laboratórios que não têm como ganhar dinheiro com fórmulas individualizadas.

Os hormonios bioidênticos são indicados também para homens, pois eles também têm problemas hormonais que certamente causam vários males que infelizmente são considerados “normais” pela medicina convencional, no sentido de que a os males da velhice são inevitáveis.

 

A proposta desta nova medicina é que podemos viver melhor e busca novas respostas, e mesmo que estas respostas não sejam ainda perfeitas, elas deveriam ser, na minha opinião,  experimentadas.

O que são exatamente os hormônios bioidênticos

Hormônios bioidênticos são feitos de plantas e manipulados em laboratórios para que sejam capazes de se acoplarem perfeitamente às células alvo no organismo. A reposição em geral é feita em forma de creme  com são Estriol, Estradiol, Progesterona, eTestosterona. DHEA (desidroepiandrosterona), a princípio produzido pelas adrenais, é um precursor de outros hormônios, é em forma de comprimidos ou líquido. O GH (hormone growth), ou hormônio do crescimento é também muito importante, embora o seu uso não seja em forma de creme e sim em forma de injeções. Ele pode ter efeitos colaterais se não for usado em doses mínimas e em caso de real necessidade.

Alguns sinais de desequilibrio hormonal

Os hormônios abaixo (Progesterona, estriol/estradiol e Testosterona) são os mais importantes e mais comumente usados no balanceamento hormonal.

Baixa Progesterona

  • Depressão, irritabilidade
  • Miomas
  • Problemas menstruais
  • Problemas urinários na menopausa
  • Disfunção tiroideana
  • Ganho de peso na menopausa

Baixa de estrogênios (estradiol/estriol)

  • Secura vaginal
  • Calores
  • Aumento do colesterol
  • Insonia

Baixa de Testosterona

  • Perda óssea
  • Perda de massa muscular
  • Cansaço e falta de energia
  • Mente confusa
  • Baixa libido, especialmente em homens
  • Problemas cardíacos

Deixo aqui alguns links para quem quiser se aprofundar mais no assunto.

http://www.longevidadesaudavel.com.br/

http://www.drnorthrup.com/womenshealth/healthcenter/topic_details.php?topic_id=129

Com encontrar um médico especialista em hormônios bioidênticos

Como muitos leitores me perguntam onde encontrar médicos especializados em hormônios bioidênticos, clique aqui para ver algumas indicações.

Atualização outubro 2009

Ao final de um ano de uso de Testosterona (1mg) em dias alternados e estriol/estradiol (2mg) todos os dias, me consultei com um novo médico em Belo Horizonte, que acrescentou Progesterona ao meu tratamento. Segundo ele eu jamais poderia usar Estriol/Estradiol sem a Progesterona,  que é fundamental para a saúde do coração, que além do mais é importante para manter as características secundárias femininas, como uma pele boa e nutrida.

Atualização outubro 2011

Três anos usando os hormônios bioidênticos. Nenhum efeito colateral. Me sinto bem e cheia de energia.

Atualização Julho 2014

Seis anos usando os hormônios bioidênticos. Em 2012 me consultei com um  médico Canadense, o qual acrescentou DHEA ao meu tratamento, em forma líquida, para pingar 4 gotas sob a língua 2 X por dia. Eu na verdade tomo apenas uma vez por dia. Segundo o meu médico de BH o Dhea é super importante mas naquela época não dei muita atenção e não queria usar mais nada além dos três já mencionados. Segundo ele o DHEA é importantíssimo para combater a fadiga adrenal e aumentar a libido. Embora eu não estivesse sentindo nenhum sintoma da falta deste hormônio, meus exames mostraram baixo nível, o que iria provocar sintomas no futuro.

Desde 2012 tenho usado, além de homeopatia quando necessário, os sais de Schuessler como suplementação de minerais. O resultado é maravilhoso. A falta dos minerais essenciais leva a doenças,  e o interessante é que sua falta pode ser vista no “diagnóstico da face” como manchas, rugas, bolsas or círculos escuros sob os olhos, acne, descolorações e outros. Uso também, esporadicamente, um suplemento que contém zinco e um suplemento de colágeno chamado Genacol Collagen, um único comprimido por dia. Após iniciar os Sais de Schuessler e os suplementos a diferença para melhor na pele e cabelo foram surpreendentes.

Atualização 2017
Lançamento do livro “Melhore Sua Saúde com Hormônios Bioidênticos, Homeopatia e Nutrição” – em parceria com o médico Americano, Dr. John Salerno. Clique aqui para mais detalhes e adquirir o seu.

841 Comments:

  1. PERGUNTA DE LEITOR, 06/07/2014
    Bom dia, tenho 19 anos e tenho somente 1.57m e queria saber se o GH vai me ajudar no crescimento, e queria saber tambem a qual medico consultar para fazer o devido tratamento certo.

    • CARO LEITOR,
      É bem provável que você ainda cresça um pouco. O GH para efeito de crescimento é só para pessoas que têm problemas muito sérios e que têm potencial de crescimento. Ou seja, somente fazendo uma radiografia das mãos o médico especialista tem condições de avaliar se você ainda tem como crescer. Se não, se não houverem mais um certo tipo de células que se transformam em tecido ósseo, não há nada a se fazer.

      Não vá atrás de falsos milagres nem faça nada que possa prejudicar sua saúde de forma irreversível. Pessoas de idade, que não fabricam mais o GH em doses adequadas podem usar doses “fisiológicas” com acompanhamento muito cuidadoso. Pessoas jovens que fabricam o hormônio em quantidades normais não têm porque fazer uso do medicamento.

      Se quiser ter certeza procure um especialista, faça exames (das mãos para ver se adianta usar o GH, e de sangue para ver seus níveis de GH) e seja realista. Além do mais sua altura é ótima! Não que eu não entenda seu desejo de crescer mais, mas busque coisas mais importantes como uma bela alma e uma grande personalidade! Vc é muito jovem e neste momento isto pode parecer muito importante mas com o tempo vc vai ver que não é.

      Te desejo tudo de bom,
      MC

  2. PERGUNTA DE LEITORA, 21/07/2014

    fiz a cirurgia de retirada do útero e trompas há um ano , mas de uns meses pra cá tenho sentido meus seios doloridos , será que existe relação? obrigada

    • Cara leitora,

      Seios doloridos em geral é sinal sinal de alterações hormonais, o que faz sentido pois vc retirou útero e trompas. Procure um médico especializado em hormônios bioidênticos para fazer os testes e ver seus níveis hormonais, e assim determinar a quantidade de hormônio necessária para equilibrar.

      Se cuide agora que os sintomas estão no começo.
      MC

Faça seu comentário