Estados ansiosos – Identificar As Causas E Tratar De Forma Natural

Depressão, ansiedade e crise de pânico são coisas diferentes, mas que muitas vezes vêm juntas. Depressão acontece quando a pessoa fica estagnada numa situação de tristeza e não consegue sair dela.
Ansiedade é uma sensação muito ruim, com expectativas negativas sobre cada pequena coisa do dia a dia. Estas sensações podem ser acompanhadas de taquicardia, dificuldade respiratória, medo e pânico sem causa aparente.
Se estas sensações aparecem aparentemente do nada, sem aparente histórico de ansiedade ou depressão anteriores, ela é chamada de crise de pânico.

Identificando causas de estados Ansiosos

estados ansiosos

Muitas vezes as causas de doenças emocionais são óbvias, mas na maioria das vezes a pessoa não consegue idenfitica-las claramente. Ela pode estar tão envolvida emocionalmente com o problema não conseguimos ver com objetividade. Ou sua atenção está dispersa em tantas coisas ao mesmo tempo, que ela não consegue parar para fazer uma análise objetiva, ela se acostuma ao caos.

estados ansiosos

Outras vezes, ela não quer ver, não quer enfrentar o problema, e num mecanismo de auto-defesa,  evita encarar a realidade. Seja qual for o motivo, experimente sair do seu ambiente por um dia que seja, e faça uma análise da sua situação. Caso você não tenha muito tempo, vá a um parque ou a um café e tome notas do que te vem à cabeça. Se não conseguir sozinho, peça ajuda.

Má alimentação e sedentarismo geram estados ansiosos

homeopatia para problemas emocionais 3

Pode ser também que seu problema emocional tenha causa fisiológica. Alimentação inadequada, excesso de refrigerantes, açúcar e farinhas refinados, e sobretudo falta de elementos fundamentais podem causar ansiedade e depressão. Pessoas idosas também estão sujeitas a alimentação deficiente e devem procurar ter uma dieta balanceada.

Quando sua vida começa a ficar desequilibrada você pode estar certo de que isso irá gerar algum tipo de manifestação física. O ideal é percebemos o processo mental antes que ele se manifeste no corpo. Em todos os casos sempre se pode fazer alguma coisa.

O que não é aconselhadod o ponto de vista homeopático, é tratar somente do mal físico com remédios alopáticos, sem prestar atenção ao lado emocional do problema. Isso fará com que a ansiedade e depressão aumentem, e irá agravar ou gerar novos problemas físicos devido aos possíveis efeitos colaterais de drogas alopáticas.

A delicada arte de manter o equilibrio

 

homeopatia para problemas emocionais 2

Sendo a vida um processo dinâmico, é natural que haja altos e baixos. Se você conseguir ver o desequilibrio como uma parte da sua totalidade fica mais fácil lidar com ele, ao invés de criar uma barreira. Há duas coisas que devem ser evitadas: a primeira é se iludir pensando que as coisas são imutáveis, e querer ter controle absoluto da sua vida. A segunda é se desesperar em momentos de dificuldade, achando que aquilo também é imutável.

A luz da consciência

A palavra chave é consciência. Quando trazemos um problema à luz, podemos enfrentá-lo. Você pode fazer isso sozinho, ou com ajuda de alguém próximo, ou de um profissional. Se optar pela consulta homeopática, que dura em média uma hora e meia, verá que será de grande ajuda, pelo menos um ponto de partida.

Ajuda profissional para superar estados ansiosos

Nessa consulta você coloca seus problemas, é ouvido, e tem um remédio que atua na sua totalidade, física e mental/emocional. Pode ser que acompanhamento médico, exames e terapias complementares sejam necessárias, assim como uma melhora no seu estilo de vida.

Este post não pretende curar doenças ou receitar remédios. Seu propósito é unicamente educacional.

Veja sobre a historia da homeopatia e seus princípios de cura, clicando aqui.
Marque aqui sua consulta homeopática

Obrigada pela visita
Maria Couto Homeopatia Clássica
Registro 15222 no College of Homeopaths of Ontario – Toronto – Canada

 

Faça seu comentário